Abril: Mês dos Ferroviários em Macaé

A Associação dos Ferroviários de Macaé completa no dia 14 de abril 34 anos de fundação e preparou várias atividades para celebrar a data e o mês do ferroviário, numa programação em conjunto com o Movimento Ferrovia, dentre elas a continuidade de ações para a conquista de espaço, a fim de ser implantado o Centro de Memória/Museu Ferroviário de Macaé.

Em levantamentos realizados foi identificado um imóvel pertencente à União, classificado como “não operacional”, ou seja, não fez parte da desestatização do patrimônio ferroviário, administrado pela Secretaria de Patrimônio – SPU e sob a guarda do IPHAN, que serviu de residência à Via Permanente Ferroviária da antiga Leopoldina, localizado ao lado da Estação Ferroviária de Macaé.

Pesquisas cartoriais, contatos com a administração municipal, reuniões no escritório regional do IPHAN, captação de itens para acervo, são ações desenvolvidas já há algum tempo.

No momento, está sendo elaborado um Plano de Ação que será apresentado à Fundação Macaé de Cultura para que a Administração Municipal, que já concordou com o pleito dos ferroviários, oficialize ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN o interesse pelo imóvel, para utilização como espaço cultural. O Instituto, através do escritório regional sediado em São Pedro da Aldeia, vem dando total apoio ao pretendido pela Associação dos Ferroviários e pelo Movimento Ferrovia Viva. Em paralelo, continuam as atividades de “garimpagem” de itens que digam respeito à história ferroviária de Macaé e região. Quem tiver e puder colaborar, pode entrar em contato com a entidade através do e-mail associacaoferroviariosdemacae@gmail.com

Alex Medeiros – Coordenação Movimento Ferrovia Viva

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima