Odebrecht sai das obras da Transnordestina

A Odebrecht está fora das obras da Ferrovia Transnordestina (TLSA).  O motivo de a construtora ter reincidido contrato das obras da Transnordestina seria a discordância no termo de precificação da construção da ferrovia, que deve cortar os estados do Piauí, Ceará e Pernambuco.   A decisão teria sido através de processo de arbitragem e de forma amigável.

De acordo com o Jornal Commércio, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, disse que somente após a Transnordestina assinar um novo contrato de concessão com o Governo Federal (que é o financiador da obra) é que será contratada uma ou mais empreiteiras para tocar o projeto.

Conforme balanço do PAC, atualmente o valor as obras de continuidade da malha da Transnordestina estão em torno de R$ 7,5 bilhões e estão atrasadas em cinco anos. O projeto da Nova Transnordestina engloba a construção de 305 quilômetros de novas vias entre Eliseu Martins (PI) e Salgueiro (PE)e remodelação de outros 1.123 quilômetros, nos trechos Missão Velha-Pecém (PE) e Salgueiro-Recife, além de terminais portuários.

Procuradas pela Revista Ferroviária, a Odebrecht e a Transnordestina informaram que não vão comentar o assunto. O Ministério dos Transportes afirma ainda não ter sido informado oficialmente sobre o assunto.

Fonte: Revista Ferroviária, 02/09/2013

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima