Bondes de Santa Teresa serão testados em março

Os novos bondes para o Sistema de Bondes de Santa Teresa estão em fase de fechamento de caixa, ou seja, as estruturas estão recebendo teto, piso, máscaras laterais, coluna e estrado e devem entrar em testes no final de março de 2014.

Os novos 14 bondes parea o sistema estão sendo fabricados pela T´Trans, em Três Rios (RJ). Cada bonde terá capacidade para 22 passageiros sentados. O layout dos novos bondes será semelhante aos que operavam. Por questão de segurança aos passageiros, eles serão fechados lateralmente com acesso por quatro portas nas extremidades, que possuirão estribos retráteis.

A previsão é que o sistema volte a operar em junho do não que vem.  O sistema está inoperante des de agosto de 2011, após um acidente.
A reestruturação do Bonde de Santa Teresa engloba a aquisição de 14 novos bondes – que estão sendo fabricados pela T´Trans – , instalação de trilhos novo, reforma de subestação, rede aérea de energia, oficina e paradas. Além disso, serão revitalizados dois trechos desativados que somam 3,3 quilômetros: Carioca-Francisco Muratori e Dois Irmãos-Silvestre.

Em novembro, o Governo do Estado do Rio de Janeiro iniciou a substituição dos trilhos, que estão sendo substituídos por modelos originais do sistema, os trilhos bilabiados, específicos para bondes, em 10 quilômetros de traçado. O governo do Rio investirá cerca de R$ 110 milhões no projeto todo.

Fonte: Revista Ferroviária, 17/12/2013

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima