Engenheiros e autoridades participam do IX CONSE na Capital

Teve início na segunda-feira (05) o IX CONSE – Congresso Nacional dos Engenheiros,  realizado em Campo Grande, com encerramento nesta quarta-feira (07). A solenidade de abertura, realizada na Câmara Municipal, contou com a presença de engenheiros, arquitetos, estudantes e diversas autoridades, entre elas o governador do Estado de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, que destacou a importância do papel dos engenheiros para o desenvolvimento do Estado e do País.

“O País hoje é um dos maiores produtores de grãos e muito se deve ao trabalho desenvolvido pelos engenheiros, assim como no melhoramento e eficiência do setor da construção, reduzindo custos. Portanto, uma área extremamente relevante economicamente e socialmente. Não tenho dúvidas que a engenharia vai ajudar a encontrar caminhos para superar essa crise pela qual estamos passando”, afirma.

Para o presidente do Sindicato dos Engenheiros de Mato Grosso do Sul (SENGE MS), vereador Edson Shimabukuro (PTB), é muito gratificante para o Estado receber um evento tão importante para a categoria. “Sediar esse evento é sinal de prestígio para o nosso Estado. Uma oportunidade única para que os nossos profissionais possam trocar experiências com pessoas vindas de várias partes do País. Além de discutirmos assuntos relevantes para a economia do Brasil, pelo momento que estamos passando. São temas atuais como o agronegócio, água, energia, mobilidade urbana e valorização profissional. Áreas em que os engenheiros são essenciais para garantir desenvolvimento com sustentabilidade”, diz.

O presidente da Federação Nacional dos Engenheiros (FNE), Murilo Celso Campos de Pinheiro, destacou a economia do Estado, principalmente o desenvolvimento do agronegócio. “O agronegócio é muito importante para a economia do Brasil, foi o carro chefe para o crescimento nacional e é muito forte aqui em Mato Grosso do Sul. O IX CONSE é o marco das discussões sobre o crescimento e o desenvolvimento do Brasil e vamos sair daqui com uma carta de propostas para ajudar no crescimento da área tecnológica do País”, concluiu.

O evento reúne profissionais de todo o Brasil. Durante os três dias, o Congresso debaterá os desafios e as oportunidades do agronegócio e da indústria, levando em conta macroeconomia, política industrial, produtividade e inovação, logística e qualificação da mão de obra. Ainda em sintonia com os assuntos mais relevantes ao País, o IX Conse reunirá especialistas para tratar de recursos hídricos, energia e mobilidade urbana. Na tarde desta segunda, houve um momento de painéis de discussões, o tema discutido foi “Desenvolvimento Nacional – Agronegócio e Indústria em Pauta: Desafios e Oportunidades” na sede do CREA-MS na Capital.

Fonte: FNE, 07/10/2015

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima