REFER: Eleição 2013

 

Clima quente em debate com os candidatos à eleição da REFER

 

 

A AENFER realizou nesta quinta-feira (18) em seu auditório um debate entre os candidatos aos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Fundação Rede Ferroviária de Seguridade Social – REFER. (Veja no final do texto propostas daqueles que participaram do debate na AENFER, respaldando suas candidaturas)

 

 

 

Dos doze candidatos ao Conselho Deliberativo apenas quatro compareceram ao debate. Foram eles: Alfredo Cunha, Genésio Santos, Roberto Marzani e Sonia Botelho. Dos quatro candidatos ao Conselho Fiscal compareceu Álvaro Homero.

O debate que foi conduzido pelo presidente da AENFER engº Luiz Lourenço de Oliveira começou às 10 horas da manhã e, embora não tenha atraído o público esperado, pois pouquíssimos associados manifestaram interesse, os que vieram participaram com vários questionamentos e perguntaram se, afinal, a REFER tem solução.

Os candidatos também lamentaram muito a ausência dos outros adversários que concorrem à eleição. Era uma chance de ficarem frente a frente e colocarem as cartas na mesa. Mas tanto a falta de um grande público quanto a de candidatos só demonstrou o desinteresse da classe perante o futuro da REFER.

O candidato ao Conselho Deliberativo Alfredo Cunha disse que defende uma gestão mais participativa e transparente na REFER e que o beneficiário tem que saber a realidade daquela entidade. Oriundo da RFFSA, estando hoje na Central Logística, ele criticou a postura da Fundação que atualmente não dá direito aos funcionários da Central de realizar empréstimos. Já o candidato ao Conselho Fiscal Álvaro Homero apontou falhas que existem na entidade de previdência complementar e teme que o seu destino seja o mesmo do SESEF (Serviço Social das Estradas de Ferro). Atualmente, disse ele, não há plano de saúde e nada é feito pela categoria. Álvaro criticou alguns grupos que julga responsáveis pela situação da REFER. A proposta dele é tentar mudar a discrepância que existe e visa um melhor futuro para os colegas.

O candidato ao Conselho Deliberativo Genésio Santos disse que a instituição precisa passar por grandes e sérias transformações. Ele pretende desenvolver projetos que possam melhorar a situação atual. É necessário evoluir e tornar mais democrática e familiar, sem ficar isolada nas mãos de poucos, concluiu.

Roberto Marzani, candidato ao Conselho Deliberativo, lembrou que na eleição de 2011 cerca de sete mil participantes votaram por telefone e pela Internet, um número ínfimo em relação a quando o voto era pelo correio, onde o eleitor escolhia um candidato de cada conselho e tinha um mês inteiro para votar, onde cerca de 15 mil eleitores participavam. Ele questionou essa participação de eleitores e mostrou-se preocupado com o destino da Fundação. Para o candidato são pontos obscuros que precisam ser avaliados.

A última candidata a falar foi Sonia Botelho, que concorre a uma vaga para o Conselho Deliberativo. Para ela as aplicações da Fundação não podem mais ser perdidas e que é necessário ter mais cuidado. Ela falou das irregularidades que vem acontecendo e apontou alguns culpados pelas perdas. Disse que cabe ao eleitor analisar cada candidato com seriedade. Para a candidata é imprescindível um processo eleitoral de forma justa e limpa.

Os candidatos foram duramente sabatinados pelo pequeno grupo que acompanhava atentamente as propostas levantadas. Um dos questionamentos levantados foi por qual motivo existe tanto cuidado em apontar os nomes dos culpados pela real situação da REFER.

A candidata Sônia revelou que em 2009 detectou várias irregularidades e fraudes nas eleições, mas foi impedida de investigar. Disse que seria leviana em apontar culpados sem ter provas concretas, pois não basta ter indícios.

O presidente da Associação dos Engenheiros da Estrada de Ferro Leopoldina Almir Gaspar parabenizou a coragem dos candidatos e lembrou que a situação eleitoral da REFER sempre foi complicada. Ele disse que os candidatos vão precisar ser muito mais fiscalizadores para combater as fraudes.

O presidente da AENFER Luiz Lourenço agradeceu a presença dos candidatos e daqueles que demonstraram interesse em participar e ouvir as propostas que foram mostradas.

Clique e veja as propostas daqueles que participaram do debate promovido pela AENFER e enviaram material respaldando suas candidaturas.

ALFREDO CUNHA Nº 30 REFER

GENÉSIO Nº 33

ROBERTO MARZANI Nº 39

SONIA BOTELHO Nº 40

 

 

Veja a relação dos candidatos Elegíveis ao processo eleitoral

Conselho Deliberativo

CANDIDATO PATROCINADORA
Alfredo da Silva Cunha * CENTRAL / Ativo
Carlos Alberto Pinto da Silva CBTU / Assistido
Darci Rocha RFFSA / Assistido
Genésio Pereira dos Santos * RFFSA / Assistido
Itamar Moreira Rose RFFSA / Assistido
José Raimundo de Jesus Oliveira CTS / Ativo
Marcio Machado da Silva CPTM / Ativo
Raimunda Araújo Nascimento METROFOR / Ativo
Roberto Marzani * RFFSA / Assistido
Sonia Botelho Pereira * CENTRAL / Ativo
Talita Franco Rodrigues CBTU / Assistido

 

Conselho Fiscal

Candidato Patrocinadora
Álvaro de Carvalho Homero * CENTRAL / Ativo
Geraldo de Castro Filho RFFSA / Assistifo
Marco Henrique de Araújo RFFSA / Ativo
Kennedy de Assis Martins* Compareceram ao DebateOBS: O nome da candidata Ivete Machado Buosi não consta mais da relação pois faleceu em 23/07/2013 CBTU / Assistido


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima