Depois de 19 anos, ferroviários pedem reestatização das ferrovias

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias de Bauru, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso criou uma petição pública online, a ser encaminhada a presidenta Dilma Rousseff e ao Congresso Nacional, pedindo a reestatização das ferrovias brasileiras. É necessário um milhão de assinaturas. A estrada é longa, portanto.

Diz o abaixo-assinado:

Em julho de 1996 iniciou-se o processo de concessão das ferrovias no Brasil. A primeira ferrovia a ser concedida foi a Superintendência Regional da RFFSA e depois todas, uma a uma, foram entregues aos operadores privados.

Nestes 19 anos de operação privada, temos assistido um verdadeiro desmonte do parque ferroviário nacional, com o sucateamento de máquinas, material rodante, a retirada de trilhos. Assistimos nossa malha ferroviária diminuir a cada dia.

Sabemos da importância da ferrovia para o desenvolvimento do Brasil, para pôr fim a gargalos no transporte de pessoas e cargas.

O modal ferroviário é o de menor consumo de energia, propicia a mudança no uso e ocupação do solo, pode patrocinar a substituição do consumo de combustíveis não renováveis e provocar a redução das tarifas de transporte, bem como o aumento do tempo de conservação das rodovias. O modal sob trilhos é eficiente, econômico, rápido e seguro, e possui a possibilidade e a capacidade de transporte de grandes quantidades de cargas.

Os 19 anos de privatização com sucessivos descumprimentos nos contratos de concessão demonstram claramente que a única saída é a retomada das ferrovias.
Diante disto, deve ser decretada a caducidade de todos os contratos de concessão e a consequente reestatização das ferrovias.”

Fonte: Portogente, 19/07/2013  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima