Paralisações no sistema do metrô deixam intervalos irregulares

RIO – Os passageiros do metrô enfrentam uma manhã complicada nesta quinta-feira. A circulação das composições das duas linhas foi interrompida duas vezes, e os usuários precisaram de paciência. Por volta das 10h30m, a concessionária fechou a estação Cidade Nova. Por isso, a transferência entre as linhas 1 e 2 é feita na estação Estácio.

A circulação foi paralisada depois que o Metrô Rio cortou a energia das estações da Carioca, Uruguaiana, Presidente Vargas, Central, Praça Onze e Estácio. O corte foi feito para permitir que uma equipe corrigisse um problema na subestação de energia da estação Central.

A primeira interrupção no tráfego aconteceu pouco antes das 8h da manhã e durou três minutos, causando irregularidades nos intervalos. A segunda ocorreu por volta das 9h40m, e a energia só foi restabelecida por volta das 10h da manhã, quando a circulação foi retomada, mas ainda com intervalos irregulares.

Durante os cerca de 20 minutos em que o metrô não circulou, os passageiros podiam optar por pegar um bilhete que dava direito à devolução do dinheiro da passagem. Segundo o Metrô Rio, não foram distribuídos os bilhetes “Siga Viagem” porque o intervalo não ultrapassou os 30 minutos.

O advogado Carlos Augusto de Lima reclamou da falta de informação:

— Havia acabado de comprar o bilhete quando fui informado pelos alto-falantes sobre a paralisação. Reclamei com uma segurança e tudo que me informaram é que o sistema está parado. Quando perguntei o que eu deveria fazer, ela disse que não poderia ajudar.

Lima saiu da estação, sem pegar o dinheiro de volta, para tentar chegar ao Fórum de ônibus ou táxi, pois tem uma audiência marcada. Já a estudante Rosângela Sousa, de 21 anos, classificou o sistema de metrô como muito ruim e reclamou do atendimento:

— Mesmo quando não está muito cheio, o ar-condicionado não funciona direito.

Nas redes sociais, diversos usuários também criticaram o sistema do metrô.

“É uma falta de responsabilidade com a população”, escreveu um passageiro.

Em nota, a Agetransp informou que abriu boletim de ocorrência para apurar falha no fornecimento de energia no sistema do metrô. O texto diz ainda que técnicos da agência foram deslocados para realizar perícia e verificar o atendimento aos usuários prestado pela concessionária.

Sinais com problemas no Centro e na Zona Norte

A manhã também registra problema no trânsito. Os motoristas que trafegam pelo Centro do Rio devem ficar atentos, pois há sinais com mau funcionamento. Em alguns pontos, o problema começou antes das 7h da manhã. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura, os semáforos estão sem funcionar no cruzamento da Rua Frei Caneca com Marquês de Pombal e também na esquina da Rua Frei Caneca com a Avenida Mem de Sá. Agentes da CET-Rio orientam os motoristas.

Nas redes sociais, há registros de reclamações de semáforos com problema na Avenida Presidente Vargas e na esquina das ruas Conde de Bonfim e Uruguai.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima