Fora dos trilhos

O Brasil segue muito defasado na Malha Ferroviária de carga. Rodrigo Vilaça, presidente-executivo da ANTF, entidade do setor, diz que o país precisaria de pelo menos 52 mil km de Ferrovias para cargas, mas possui menos de 29 mil. Esse deve ser o tema central de um congresso que a ANTF vai relizar neste ano. A expectativa é de que, apesar da Copa e das eleições, o governo leve adiante os leilões de concessão de linhas à iniciativa privada.

Clayton Netz

Fonte: Isto É Dinheiro, 23/03/2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima