Painel Ferroviário do SAE debate tecnologia, intermodalidade e transporte do futuro

“O veículo do futuro na megalópole brasileira” é o tema do Painel Ferroviário do 23º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade, de 30 de setembro a 2 de outubro, no Expo Center Norte (rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme), em São Paulo.

Segundo o engenheiro Sergio Jabur, chairperson do Comitê Ferroviário do Congresso SAE BRASIL, os debates sobre soluções tecnológicas e de intermodalidade vão considerar a perspectiva de 2040, época em que se prevê aglomeração de metrópoles brasileiras, com desafios sem precedentes para a movimentação de pessoas, bens e serviços.

“Estima-se que nessas localidades 20% da população viverá numa área de 1% do território brasileiro, portanto, será necessária a organização de sistemas de transporte integrados de curta, média e longa distância para que a região seja competitiva, sustentável e com qualidade de vida”, aponta Jabur. Ele atribui ao transporte metro ferroviário a solução para escoamento da demanda de alta capacidade, e aos modais sobre rodas (ônibus, caminhões, carros, bicicletas e motocicletas) o atendimento da capilaridade dos fluxos.

Outros aspectos, como o da integração dos modais pela tecnologia da informação, com otimização dos tempos de percurso e custos de transporte; expansão do sistema metro ferroviário existente, e adoção de veículos ferroviários acionados por motores lineares (para redução de impacto no meio ambiente e dos gastos com infraestrutura) serão discutidos no painel, dia 30 de setembro.

Entre os convidados, Cyro Laurenza, presidente do Conselho do Instituto para o Desenvolvimento dos Sistemas de Transporte (IDESTRA), que apresentará o transporte ferroviário de cargas por meio de motores lineares. O sistema, que alia traçados com grandes inclinações e pequenos raios de curvatura e reduz impacto ambiental e gasto com infraestrutura civil, tem grande potencial de aplicação no transporte de carga containerizada em trechos de grandes aclives (como entre Santos e o planalto paulista), um grande gargalo logístico na Megalópole 2040;

Dong Kuk Park, gerente de Sistemas da coreana LG CNS, provedora de tecnologia e serviços de TI, mostrará a experiência de Seul; uma metrópole das dimensões de São Paulo; na aplicação de Tecnologia de Informação em sistemas multimodais;

Vitor Pires Vencovsky, diretor da Gismaps Sistemas, especializada em mapas impressos e digitais, abordará o tema “Introdução à Megalópole Brasileira 2040 e a Demanda de Transporte”.

“O alto nível dos palestrantes e dos participantes dos debates sobre os mais diversos temas relacionados com os principais modais de transporte em um único evento fazem do Congresso SAE BRASIL uma oportunidade de networking e atualização sem igual para a engenharia brasileira”, afirma engenheiro Astor Milton Schmitt, presidente do Congresso SAE BRASIL 2014.

O Congresso com o tema-título “Construindo a mobilidade inteligente – Os veículos do futuro”, a programação do Congresso SAE BRASIL inclui três painéis-âncora (Engenheiros-Chefe, Internacional e Presidentes),14 painéis temáticos (Aeroespacial, Caminhões e Ônibus, Compras, Educação de Engenharia, Ferroviário, Logística, Manufatura, Máquinas Agrícolas e de Construção, Motorsport, Qualidade, Segurança Veicular, Tecnologia da Informação, Telemática e Infotainment, Veículos Elétricos e Híbridos)

O Congresso SAE BRASIL apresentará 144 papers (trabalhos técnicos inovadores nas diversas áreas da engenharia e modalidade de transporte), selecionados entre trabalhos de engenheiros e profissionais do Brasil e do exterior. Haverá, ainda, a Mostra Tecnológica com os mais recentes avanços e inovações da indústria automotiva.

Fonte: Revista Ferroviária, 16/09/2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima