28/04/2016 – AENFER comemora os 162 anos e o Dia do Ferroviário com palestras e inauguração de retrato

Duas palestras importantes marcaram os 162 anos de Ferrovia e o Dia do Ferroviário, oficialmente comemorados no dia 30 de abril. Para celebrar o momento festivo, a Aenfer convidou nesta quinta-feira (28) o tetraneto do visconde de Mauá e o bisneto de Affonso Penna.

 

(clique nas fotos para ampliar)

2

À mesa, Affonso Augusto Moreira Penna, Marquês de Viana, pres. da Aenfer Luiz Euler e o diretor Helio Suêvo

Primeira palestra

O tetraneto de Mauá, Eduardo André Chaves Nedehf Marquês de Viana, falou em sua palestra, da trajetória do visconde de Mauá, seus títulos conquistados ao longo da vida, de seu trabalho e participações em obras ferroviárias do Brasil e diversos países.

3Marquês de Viana, descendente de Mauá 4

Marquês de Viana, descendente de Mauá

Mauá foi o primeiro brasileiro a receber a Ordem do Sol Nascente, uma das condecorações mais importantes do Japão, pela inauguração da primeira ferrovia daquele país e por suas ideias progressistas.

Investidor em várias iniciativas espalhadas pelo mundo, muito respeitado e admirado, recebeu também a Ordem de São Jorge na Russia e esteve na inauguração da ferrovia russa.

O tetraneto disse que, em um tempo de escravatura, visconde de Mauá nunca utilizou a mão de obra escrava. Lembrou ainda que podemos desfrutar de alguns de seus projetos como a Estrada de Ferro Vitória a Minas, uma das últimas que ele construiu.

Segunda palestra

Affonso Augusto Moreira Penna, o bisneto do presidente da República Affonso Penna, no ano de 1906, falou sobre o interesse do seu bisavô pela ferrovia e que foi um grande incentivador dessa área. Ele dividiu a palestra em duas etapas. No primeiro momento retratou a época do império e nesse tempo, exerceu cargos de conselheiro e ministro de quatro pastas (Agricultura, Comércio e Obras Públicas, Guerra, Marinha e Justiça).

Em 1884, Affonso Penna, então ministro da Agricultura, Comércio e Obras Públicas, determinou que a Estrada de Ferro D. Pedro II recebesse e depositasse nas oficinas do Engenho de Dentro, para conservação, a primeira locomotiva que serviu na Estrada de Ferro Mauá.

5 penna 6

No tempo da República, o bisneto de Affonso Penna destacou o sua utilização do transporte ferroviário, que o conduziu junto com sua comitiva a várias cidades do interior da Bahia.

Imbuído pelo espírito ferroviário, Affonso Penna assinou mais de 70 projetos em favor de obras ferroviárias.

7

Após a apresentação das respectivas palestras, foi inaugurado um quadro com a foto do Visconde de Mauá. Seus descendentes, o tetraneto Marquês de Viana e sua mãe e trineta de Mauá, receberam do escoteiro Henrique Silveira Luiz, uma homenagem com o símbolo do grupo Escoteiro Visconde de Mauá.

0 8 9

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima