ALL contraria ANTT e não reativa ferrovia Bauru-Corumbá

A ALL interrompeu em novembro os serviços da ferrovia entre Bauru/SP e Corumbá/MS, num rompimento unilateral do contrato de concessão.

A ArcelorMittal, principal indústria prejudicada pela paralisação, abriu um processo administrativo junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Alegou que, por ser uma concessão válida até 2026, o serviço da ALL não poderia ser paralisado.

No dia 5, a agência decretou que o transporte volte a ser realizado, o que ainda não foi cumprido. A empresa, porém, ainda pode recorrer à diretoria da ANTT.

Fonte: O Globo, 17/05/2016  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima