Linha 4 do Metrô do Rio é liberada ao público

RIO – Agora é para valer. O metrô da Linha 4 (Ipanema-Barra) abriu suas portas para toda a população. Na manhã desta segunda-feira, às 6h01, o primeiro trem deixou a plataforma no Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, com destino à estação General Osório, em Ipanema. Cerca de 80 passageiros fizeram primeira viagem da História da linha para toda a população, que durou 14 minutos. Antes, o serviço estava restrito ao público do Rio-2016.

GRANDE EXPECTATIVA

A expectativa era tanta que alguns fizeram questão de chegar antes do horário de abertura para não perder o primeiro trem. Foi o caso do advogado Rosilvaldo Teixeira, morador da Barra. Ele contou que o metrô permitirá que ele economize uma hora que perdia no trânsito ao se deslocar de sua casa para o trabalho, no Centro.

— O impacto na minha rotina mudará drasticamente. É mais tempo que terei para fazer muitas coisas. Hoje, por exemplo, acordei às 5h, mas amanhã vou dormir até mais um pouco. Para quem estava acostumado acordar às 4h30m, é uma grande diferença.

O secretário estadual de Transportes, Rodrigo Vieira, avalia que a Linha 4 vai revolucionar a mobilidade no Rio:

— É a realização de um sonho. O metrô da Linha 4 vai permitir que as pessoas tenham mais qualidade de vida. Ganhar tempo se deslocando de casa ao trabalho é ter mais tempo para ficar com a família, com os amigos. A gente espera atender até 300 mil pessoas, o que mostra que o sistema vai revolucionar o transporte no Rio — disse Rodrigo Vieira.

BALANÇO DA OPERAÇÃO EM OUTUBRO

Já o diretor do Metrô Rio, Daniel Habib, afirmou que o funcionamento será das 6h às 21h, até outubro, quando haverá um balanço da operação:

— A partir daí, a gente espera começar a expandir o horário. Apesar de nos primeiros meses, a Linha 4 não funcionar aos finais de semana, abriremos em outubro, nos domingos (dia 2 e dia 30) de eleição, das 7h às 21h.

SEIS ESTAÇÕES

Para acessar as estações Jardim Oceânico, São Conrado, Antero de Quental, Jardim de Alah, Nossa Senhora da Paz e General Osório, o usuário terá a opção de utilizar os cartões do MetrôRio, RioCard ou comprar a passagem na estação.

Nesse início de operação, os trens da Linha 4 circularam de forma independente da Linha 1. Será necessário que os usuários façam transferência na General Osório. Para passar da Linha 1 para a 4, é preciso chegar à estação General Osório até as 21h. O usuário não precisará pagar outra passagem na troca entre as linhas.

A operação plena da Linha 4, entre 5h e meia-noite, acontecerá no fim deste ano. As próximas etapas serão determinadas pelas análises do fluxo de passageiros e desempenho operacional.

Fonte: O Globo, 19/09/2016

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima