Frota nacional da SuperVia está completa

O último dos dez trens nacionais adquiridos pela SuperVia concluiu a fase de testes e entra em operação assistida hoje (15/10). Segundo a concessionária carioca, o trem circulará das 10h às 15h, entre as estações Central do Brasil e Deodoro, para ser incorporado posteriormente à grade regular.

Com esses dez trens em circulação, a concessionária aumenta a oferta em 24.000 lugares. Os trens foram fabricados pela Alstom e contam com ar-condicionado, passagem interna entre os carros, sistema que não permite a abertura de portas durante as viagens, circuito interno de câmera, painéis de LED e capacidade para transportar até 2.400 passageiros cada.

O presidente da SuperVia, Carlos José Cunha, destacou o plano de investimentos da empresa. “A preferência pela produção nacional foi um dos fatores que levamos em conta ao adquirimos os novos trens para acelerar o processo de modernização do sistema ferroviário do Estado do Rio de Janeiro. Menos de um ano após a assinatura da compra, as primeiras composições já haviam sido entregues. Continuamos com nosso plano de investimentos de R$ 3,3 bilhões para transformarmos o trem do Rio em um meio de transporte cada vez melhor”, afirmou.

A renovação da frota da SuperVia foi iniciada em 2012, quando o Governo do Estado comprou o primeiro lote de 30 trens chineses, todos em circulação. Outras 70 composições chinesas, também encomendadas pelo Estado, tiveram o prazo de entrega antecipado e 12 delas estão em circulação. Em paralelo, a SuperVia antecipou em quatro anos a compra desses dez trens fabricados no país, inicialmente previstos para o período 2017-2020.

Fonte: Revista Ferroviária, 15/10/2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima