Fora dos trilhos

A coluna publicou que, daqui a pouco, até obras de escoramento podem ser necessárias para evitar que venha abaixo a Estação Leopoldina, patrimônio do Rio e do Brasil.

Pois bem. Em janeiro, a partir de uma ação do MPF, a Justiça Federal condenou, em 1ª instância, a Supervia a “restaurar completamente” a estação. Para o juiz Paulo André Espírito Santo, da 20ª Vara Federal, “a responsabilidade principal na conservação do imóvel” é, sim, da concessionária.

Só que…

A Supervia recorreu e, em 24 de março, conseguiu liminar em 2ª instância, na 7ª Turma Especializada do TRF2, suspendendo a decisão. Mas, após quatro meses completados ontem, o mérito do recurso, até agora, não foi julgado. E a Leopoldina agoniza.

Fonte: O Globo, 26/07/2017

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima