Museu do Trem no Engenho de Dentro será reaberto

Acontece na próxima terça, dia 02 de abril, às 10h, no bairro do Engenho de Dentro, a reabertura do museu que conta parte da história ferroviária do Brasil.

Segundo o responsável pela instituição e historiador, Bartolomeu d’ El-Rei, a visitação pública é gratuita e pode ser feita de terça a sexta, das 10h às 15h, sem necessidade de agendamento prévio.

Dentre todo o acervo exposto, o visitante verá a locomotiva nº 01 do Brasil (original), batizada “BARONEZA” em homenagem à esposa do Barão de Mauá, a Sra. Maria Joaquina Machado de Souza, Baronesa de Mauá. Tal locomotiva transportava a família real na época do Império.

A sociedade poderá visitar o interior de outros três carros que marcaram épocas: o carro do Imperador, que transportou o imperador do Brasil; o carro que foi usado pelo rei Alberto da Bélgica, na década de 20 e o famoso carro do Estado, conhecido como o CARRO DO PRESIDENTE VARGAS, utilizado pelo então presidente Getúlio Vargas em suas viagens oficiais.

Os estudantes poderão ver também as maquetes de locomotivas e vagões feitos pelos alunos da ETE de Transportes Engº Silva Freire, primeira escola de ensino profissionalizante da República, que fica ao lado do museu.

O MUSEU DO TREM estava fechado desde a extinção da Rede Ferroviária em 2007, quando o governo federal transferiu todos os bens móveis e imóveis de interesse histórico e cultural para o IPHAN. E em 2010, todo o acervo da extinta RFFSA no RJ foi repassado para a Superintendência do IPHAN/RJ. Sendo que, em 09 de julho de 2012, o historiador Bartolomeu d’ El-Rei “abraçou” a reativação e reabertura do museu e desde então começou a preparar o espaço para a visitação pública, nas condições possíveis no momento.

Responsável pelo Museu contesta matéria

A jornalista da AENFER Silmara Reis perguntou ao historiador e responsável pelo museu Bartolomeu d’ El-Rei se a matéria que saiu na imprensa informando que o museu estava abandonado procede.

– As imagens mostradas na reportagem não correspondem com a verdade sobre o Museu do Trem. Os galpões mostrados pertencem à Central Logística, empresa do governo do Estado do Rio de Janeiro. Ou seja, estes galpões não tem nada com museu, pois entre eles tem o Estádio Olímpico João Havelange, Engenhão. Quando soube da reportagem, falei com a produtora da emissora que a reportagem denegria a imagem do museu. Solicitei que fizessem uma retratação, o que não aconteceu até a presente data. Informei que o Museu será reaberto no dia 02 de abril. Espero ter esclarecido o assunto. Coloco-me à disposição para quaisquer esclarecimento – disse Bartolomeu.

O MUSEU DO TREM está situado à Rua Arquias Cordeiro, 1046, Engenho de Dentro. Tel: (21)2233-7483 / (21)8879-5180. E-mail: bhdelrei.6sr@iphan.gov.br

Matéria do Museu escrita pela jornalista Andréa Brígida / FAETEC – ETET Engº Silva Freire Secretaria de Projetos da Direção

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima