Trilhos de Uberaba recebem os primeiros dormentes de plástico

Trecho da linha férrea que fica próximo à Estação Mangabeira, na zona rural de Uberaba, é o primeiro da Ferrovia Centro-Atlântica (FCA) a receber peças produzidas com material plástico reciclado, chamadas de dormentes poliméricos. A VLI, empresa especializada em operações que integram ferrovias, portos e terminais, concluiu durante o fim de semana a troca. As estruturas existentes no local foram substituídas por uma alternativa mais sustentável e com maior durabilidade.

De acordo com Alexandre Fontes, gerente de Engenharia de Via Permanente da VLI, pouco mais de 300 unidades já estão instaladas no local. Segundo ele, o produto, fabricado no Brasil, utiliza matéria-prima coletada por catadores de materiais recicláveis. “Inicialmente, faremos testes para acompanhar a aplicação e adaptabilidade dessas peças. Trata-se de um material mais uniforme, devido à produção em série, e com características muito semelhantes às da madeira, existindo ainda o benefício de ser mais sustentável”, explica.

Vale lembrar que a linha férrea que passa por Uberaba integra um dos principais corredores para o escoamento de produção, o Centro-Sudeste. A rota liga Goiás ao Porto de Santos, cruzando todo o Triângulo Mineiro e o interior de São Paulo. As cargas transportadas nesse trecho são: açúcar, álcool, bauxita, gasolina, diesel, bunker, enxofre, fertilizante, fosfato, grão e contêineres.

Alexandre Fontes destaca ainda que, em virtude dessa produtividade, o trecho em Uberaba foi o primeiro a ser escolhido, bem como pela presença de equipes técnicas para acompanhamento do trabalho. Os dormentes poliméricos também serão instalados em Lavras, no Sul de Minas, até o fim do ano, substituindo estruturas de eucalipto.

Fonte: JM Online, 30/08/2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima