VLI investe R$ 28 milhões em esmerilhadora de trilhos

A VLI, empresa especializada em operações que integram ferrovias, portos e terminais, colocará em operação sua nova esmerilhadora de trilhos, adquirida no primeiro semestre deste ano. Foram investidos R$ 28 milhões no projeto. O equipamento fabricado nos Estados Unidos desembarcou no Porto de Vila Velha (ES), em junho.

A esmerilhadora está na Oficina de Máquinas de Via de Divinópolis (MG), onde funcionários da empresa estão realizando treinamentos específicos para trabalhar com a máquina, que deve otimizar os serviços de manutenção na FCA. Segundo a VLI, o equipamento amplia a vida útil dos trilhos e também reduz custos operacionais.

“Com a aquisição desse equipamento, será possível diminuir, por exemplo, as interdições por fraturas de trilhos, consequentemente, aumentando a disponibilidade das vias para a circulação dos trens. Os trabalhos com essa esmerilhadora também deverão acarretar uma redução no consumo de combustível das locomotivas”, explica o gerente de engenharia ferroviária da VLI, João Silva Júnior.

O equipamento tem aproximadamente 66 metros de extensão, contando com três carros de esmerilhamento, e alcança a velocidade máxima de 15 km/h durante os trabalhos de manutenção. A máquina será utilizada a partir de novembro, inicialmente, no corredor Centro-Leste da FCA (Ferrovia Centro-Atlântica).

Fonte: Revista Ferroviária, 21/10/2014

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima