Em visita ao Rio, comitiva chinesa promete investir em infraestrutura

Com o discurso bem ensaiado, a comitiva chinesa passou pelo Rio prometendo investimentos e geração de empregos. Acompanhado de um séquito de empresários, o primeiro ministro, Li Keqiang, foi recepcionado pelo governador Luiz Fernando Pezão, entre outras autoridades e executivos brasileiros. Visitou barca e trens construídos na China para o governo fluminense e sinalizou o interesse na instalação de uma unidade de reparos de embarcações e uma planta de manutenção de trens, além da possibilidade de investimento em uma fábrica de vagões no Rio.

Os investimentos estão sendo avaliados pela CNR, fabricante de trens, e pelo CS Group, fornecedor das sete novas embarcações que vão operar o trajeto Rio¬Niterói pela CCR Barcas. Segundo o secretário estadual de Transportes, Carlos Osório, o governo chegou a oferecer uma área próxima à linha da Supervia, no bairro de Deodoro, para a instalação da unidade de reparos de trens da CNR.

Durante a visita, a comitiva conferiu o funcionamento dos produtos chineses. Nos últimos anos, o governo fluminense comprou 34 trens chineses para o metrô.

O vice¬presidente da CNR, Yu Weiping, disse que avalia uma fábrica no Brasil, mas espera mais encomendas para justificar o investimento. “Nossos trens funcionaram bem na Copa e também funcionarão bem nas Olimpíadas. Esperamos que isso nos ajude a atrair novos compradores do Brasil e de outros países vizinhos”, disse em chinês, com ajuda de tradutor.

A comitiva chinesa sinalizou também a intenção do CS Group de instalar uma unidade de manutenção na Baía de Guanabara, para realizar reparos nas sete barcas que fornecerá para o governo. De acordo com Osório, a chinesa tem a intenção de expandir as vendas para o Rio, e mercados da Amazônia e do Rio da Prata. A ideia, segundo o secretário, é que o Rio seja o centro de fornecimento para o mercado sulamericano.

Durante seu discurso oficial, Pezão convidou chineses a investirem e apresentou oportunidades. Disse que pretende lançar até o final do ano um pacote de parcerias público-privadas, incluindo a licitação do trecho EstácioCarioca¬Praça XV, da Linha 2 do metrô. Ao final, o governador recepcionou o premiê chinês em um jantar no Palácio Guanabara.

Fonte: Valor Econômico, 21/05/2015

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima