VLT Carioca completa seis meses de operação

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, e a Concessionária do VLT Carioca informam que, em seis meses de operação do VLT no trecho Rodoviária-Santos Dumont, foram realizadas 25.365 viagens e transportados pouco mais de 4 milhões de passageiros, sem registro de incidentes com público. O VLT foi inaugurado no dia 5 de junho.

A evolução da operação se deu de forma gradual, iniciando com três horas, oito paradas e intervalos de 30 minutos, até chegar ao cenário atual com operação diária de 6h à meia-noite e 17 paradas em serviço. Os intervalos variam entre 8 e 20 minutos, a depender do horário e demanda, com serviços entre Rodoviária/Santos Dumont e Parada dos Navios/Santos Dumont.

O serviço começou de forma gratuita e, a partir do dia 26 de julho, teve início a operação comercial. Hoje, o usuário tem direito a permanecer uma hora no sistema a partir da primeira validação, desde que viaje sempre no mesmo sentido. Em 5 de setembro, começou a fiscalização da validação dos bilhetes dentro das composições, realizada em parceria com a Guarda Municipal.

Nesse período, o tempo de percurso também evoluiu. Atualmente, a viagem completa do trajeto é feita, em média, em 32 minutos, considerando os dois sentidos. É uma redução de 30% em relação a julho, quando o serviço começou a ser realizado em todo percurso.

O pico operacional, tanto nos dias úteis quanto nos fins de semana se dá entre 12h e 17h. A diferença, porém, está na hora de maior fluxo. Em dias úteis, o deslocamento principal é por volta de 13h, com a possibilidade de novos fluxos em horário de almoço, principalmente entre a Praça Mauá e o aeroporto. Nos fins de semana, o fluxo maior se dá a partir das 15h, horário mais próximo de eventos e programações especiais na Orla Conde.

Entre as cinco paradas de maior movimentação de passageiros, quatro estão na Avenida Rio Branco. Cinelândia, Carioca, Santos Dumont, São Bento e Candelária, respectivamente, são os principais pontos de embarque e desembarque.

Para atender à demanda, o serviço que começou com dois trens, hoje conta com nove composições em circulação diária. Ao todo, são 17 VLTs que se revezam nessa operação, de um total de 23 que já se encontram no Rio, com os demais envolvidos na realização de testes.

Recentemente, foram reforçadas ações de venda e recarga de cartões. Profissionais foram destacados para realizar o serviço de recarga e reduzir a espera nos terminais de autoatendimento nos horários de maior procura. Além disso, parcerias com pontos de integração do sistema têm sido estudadas. Recentemente, uma delas foi fechada com o Santos Dumont, que conta agora com ponto de informações e venda de cartões dentro do aeroporto, facilitando a vida do usuário que desembarca no local e pretende utilizar o VLT.

Fonte: Ascom – Prefeitura do Rio, 10/12/2016  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima