Paes fala em plano B para a Linha-4

Após enviar um e-mail para o Comitê Olímpico Internacional (COI) alertando sobre o “risco elevado” de a Linha-4 do metrô não ficar pronta antes dos Jogos, o prefeito Eduardo Paes disse que tem confiança no governo do Estado, responsável pela execução da obra, e que tudo na Olimpíada precisa de um plano de contingência.

Durante encontro com secretários, subprefeitos e presidentes de empresas, fundações e autarquias municipais, em São Conrado, Paes disse que o plano de contingência já existe desde o início de 2015 e que será apresentado ao COI. “Para tudo a gente tem que ter um plano de contingência, um plano de alternativa. A gente tem muita confiança de que o metrô vai ficar pronto, agora todo mundo sabe que é um desafio grande. A gente tem um plano de contingência preparado há algum tempo e temos que discutir isso com o Comitê Olímpico Internacional”, declarou o prefeito.

O plano de contingência propõe a instalação provisória de um corredor BRT para ligar Barra à Zona Sul. Os ônibus usariam faixas exclusivas destinadas para as delegações olímpicas.

Já o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osorio, garantiu que o cronograma da Linha-4 do metrô — que vai ligar Ipanema à Barra da Tijuca — está mantido e que o novo trecho começa a operar em julho. “A obra está em fase final, porque, dos 13,2 km de escavações, resta apenas perfurar um trecho de 200 metros em solo rochoso, além de fixar 3 km de trilhos dos 32 totais. Em março, começarão testes operacionais com os trens entre as estações General Osório e Nossa Senhora da Paz, sendo que, nesta primeira etapa, ainda sem passageiros”, afirma Osorio.

Até a Olimpíada, o governo estadual se comprometeu a entregar as cinco estações do chamado ‘trecho olímpico’, que serão utilizadas durante as competições. Para terminar esse trecho, no entanto, ainda é necessária a liberação de duas quantias, uma de R$ 445 milhões e outra de R$ 500 milhões, prometidos pelo Governo Federal, por meio do BNDES. Segundo Osorio, na última sexta-feira o governador Pezão esteve em Brasília para tratar da liberação da primeira parcela com a presidente Dilma Rousseff e teria recebido a promessa de que os recursos chegariam aos cofres estaduais até o fim do mês.

A Linha-4 inteira, que inclui a estação da Gávea, está prevista para ser finalizada em 2017. Durante os Jogos, será necessário fazer baldeação na General Osório para se chegar da Barra ao Centro.

Fonte: O Dia, 20/02/2016

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima